Campanha Salarial
É hora de brigar!

Em época de atentados contra os direitos trabalhistas, categoria aprova pauta de reivindicações para 2017 e está pronta para a luta.

A Campanha Salarial 2017 dos borracheiros será mais desafiadora do que nunca. Além da batalha pelas reivindicações feitas pelos companheiros e companheiras em assembleia geral realizada neste mês, a categoria precisará se unir ainda mais para lutar pela manutenção das conquistas obtidas há anos.

O governo quer acabar com os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras por meio das reformas trabalhista e previdenciária (que serão votadas no Congresso) e da lei da terceirização, já aprovada por deputados e senadores e assinada por Michel Temer.

Alinhados com as necessidades da classe trabalhadora de todo o Brasil, neste ano os borracheiros brigarão, entre outras coisas, pela manutenção das cláusulas que proíbem a terceirização de funcionários nas fábricas.

Na esfera salarial, os companheiros e companheiras reivindicam reposição integral das perdas com a inflação e aumento real de 5%. A data-base é 1º de junho.

A gente está disposto a lutar. Essas ações do governo são um atentado contra o trabalhador.

Presidente do Sindicato dos Borracheiros, Marcio Ferreira

É hora de brigar contra as reformas do Temer. Agora é que vamos demonstrar o que queremos. Cabe a nós reagir.

Secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna

CAMPANHA SALARIAL 2017

Confira a pauta de reivindicações da categoria

- Reposição integral das perdas inflacionárias

- 5% de aumento real

- PLR (Participação nos Lucros e Resultados)

- Manutenção das cláusulas sociais

- Manutenção das cláusulas de proib ição da terceirização

28 DE ABRIL VAMOS PARAR O BRASIL!

Mobilize os companheiros e companheiras e una-se às manifestações. Serão paralisações e atos contra as propostas de reformas trabalhista e previdenciária e a terceirização. É hora do trabalhador mostrar sua força! #diademobilização #trabalhadoresunidos