Trabalhadores na Bridgestone aprovam acordo em processo da meia hora de refeição

Em assembleia realizada nesta segunda-feira (03/09), funcionários concordaram com proposta feita pela empresa

Os trabalhadores na Bridgestone, em Santo André (SP), aprovaram nesta segunda-feira (03/09) proposta de acordo para encerramento de processo referente à redução irregular do período de refeição de uma hora para 30 minutos na fábrica da Região do ABC. Com a aprovação da proposta, os funcionários serão ressarcidos de acordo com o período de empresa e regime de trabalho (veja os valores abaixo).

Mesmo sem autorização do Ministério do Trabalho ou acordo com a entidade sindical, a fabricante de pneus decidiu implantar o período de 30 minutos para alimentação. A prática durou três anos.

No período, o Sindicato dos Borracheiros buscou negociar com a Bridgestone sem a necessidade de abertura de processo na Justiça, mas a empresa não demonstrou interesse em resolver o problema. A entidade entrou com ação na Justiça no fim de 2017.

“A Bridgestone só chamou o Sindicato para conversar em abril deste ano e, desde então, houve diversas negociações até chegarmos ao acordo de hoje”, destaca o presidente dos Borracheiros, Marcio Ferreira.

O processo de meia hora de refeição abrange os horistas, que compõem a maior parte dos funcionários na empresa. Já os trabalhadores mensalistas faziam 45 minutos e terão direito a valores proporcionais.

Os funcionários receberão o dinheiro assim que o acordo for homologado na Justiça. Os trabalhadores que têm processo individual aberto contra a fábrica não entram no acordo.

Prometeon – O Sindicato dos Borracheiros também entrou com processo contra a Prometeon (antiga Pirelli) por causa da meia hora de refeição. A ação ainda corre na Justiça. “No caso da Prometeon, foram cinco anos de meia hora de forma irregular”, explica Marcio Ferreira.

Acordo coletivo – Durante a Campanha salarial 2018, o Sindicato dos Borracheiros entrou em acordo com as empresas pneumáticas e regularizou a prática da meia hora de refeição nas empresas.

Valores do acordo

Funcionários com até dois anos de empresa

Horistas: R$ 2.000,00

Mensalistas: R$ 1.000,00

Entre três e cinco anos de empresa

Horistas: R$ 6.250,00

Mensalistas: R$ 3.125,00

Acima de cinco anos de empresa

Horistas: R$ 9.450,00

Mensalistas: R$ 4.725,00

Rua Abolição 399/405, Bela Vista - São Paulo

E-mail: sintrabor@sintrabor.org.br

Telefone: 3292-6100